segunda-feira, 19 de março de 2012

São José homem humilde e justo, que “viveu pela fé


Hoje 19 de março comemoramos São José pai adotivo de Jesus. Seu nome, em hebraico, significa “Deus cumula de bens”.
Castíssimo esposo de Maria, Pai adotivo de Jesus, Descendente de Davi e Patriarca da Igreja. Este grande Santo da Igreja, foi um pai que assumiu a paternidade do filho de Deus, viveu com Ele primeiro anos de vida, protegeu-O de Herodes o grande,  ensinou um trabalho, tanto que Jesus não se envergonhou de ser chamado de "filho do carpinteiro", Jesus também foi submisso ao seu pai adotivo. Em fim São José é modelo de pai presente e atencioso, de esposo amoroso e fiel.
 
O evangelho menciona pouco sobre este santo, mas indica o quanto foi capaz de viver a obediência  da fé, Santa Teresa de Ávila (1515-1582), a primeira doutora da Igreja, dizia: “Quem não achar mestre que lhe ensine a orar, tome São José por mestre e não errará o caminho”. E declarava que em todas as suas festas lhe fazia um pedido e que nunca deixou de ser atendida. Ensinava ainda que cada santo nos socorre em uma determinada necessidade, mas que São José nos socorre em todas.
 
Santo Gertrudes (1256-1302), um grande místico da Saxônia, afirmou que “viu os Anjos inclinarem a cabeça quando no céu pronunciavam o nome de São José”. Santo Agostinho compara os outros santos às estrelas, e São José ele o compara ao Sol.
 
Os Papas também exortaram as qualidades de São José, como o Papa Pio IX, em 1870,  declarou São José Padroeiro da Igreja Universal com o decreto “Quemadmodum Deus”. Leão XIII, na Encíclica “Quanquam Pluries”, propôs que ele fosse tido como “advogado dos lares cristãos”. Pio XII o declarou como “exemplo para todos os trabalhadores” e fixou o dia 1º de maio como festa ao José Trabalhador.
 
O exemplo desse grande santo da Igreja, é exemplo para todos nós. Celebrar a festa de São José é lembrar a família, é celebrar a vitória da fé e da obediência sobre a rebeldia e a descrença que hoje invadem os lares, e a sociedade. 

São José, tal como a Virgem Maria, com o seu “sim” a Deus, preparou a chegada do Salvador. Deus Pai contou com ele e não foi decepcionado. Que o Altíssimo possa contar também conosco! Cada um de nós também temos uma missão a cumprir no plano divino. E o mais importante é dizer “sim” a Deus como São José. “Despertando, José fez como o anjo do Senhor lhe havia mandado” (Mt 1,24).
 
São José, um homem humilde e justo, “viveu pela fé”, sem a qual “é impossível agradar a Deus” (cf. Hab 2,3; Rm 1,17; Hb 11,6)

Fonte de pesquisa: diversas
ASMM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário